Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Portal UFRRJ > INSTITUCIONAL > Notícia Destaque > UFRRJ recebe comunidade na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

UFRRJ recebe comunidade na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Universidade de portas abertas

 

Thaís Melo (Comunicação Proext/UFRRJ)

 

Ciência de perto. Durante a SNCT, a Universidade apresentou suas atividades e pesquisas a estudantes de Ensino Médio e moradores da região

De 21 a 27 de outubro, a 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) aconteceu em todo o país. A SNCT é um evento anual promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), em parceria com instituições de ensino. O objetivo é aproximar a população da ciência e tecnologia através da divulgação científica.

 

Na UFRRJ, a Semana foi realizada entre os dias 21 e 25, quando a comunidade universitária se mobilizou e abriu os portões para estudantes do Ensino Médio e moradores de regiões próximas aos câmpus. O tema nacional foi “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”, mas a Universidade adotou o slogan “Conhecimento para todos: Rural de Portas Abertas na SNCT”, convidando a população para conhecer um pouco mais dos projetos desenvolvidos na Universidade.

 

A preparação do evento ficou sob a responsabilidade da Pró-Reitoria de Extensão (Proext/UFRRJ), que neste ano decidiu realizar ações mais dinâmicas e atrativas, especialmente para quem teria seu primeiro contato com a Universidade. Assim, a semana se estruturou com oficinas, visitação guiada, atividades nos laboratórios do Instituto de Química (IQ), apresentações da Companhia de Dança da UFRRJ e atividades da residência profissional, além de mostras de trabalhos artísticos e de cursos.

 

Para quem veio de fora, participar da SNCT foi uma experiência diferente e transformadora, como relatou a estudante do terceiro ano do Ensino Médio, Vitória Geruzo: “Eu conheci a graduação em Hotelaria e foi bem enriquecedor saber mais. Com a mostra de cursos, me empolguei bastante para entrar numa universidade. Me animei com as coisas que vi”.

 

‘É uma motivação’

 

No câmpus Nova Iguaçu, a professora Aline Moura (Pedagogia) foi uma das organizadoras dos preparativos para a semana. A docente avaliou o evento no Instituto Multidisciplinar (IM): “Foi extremamente rico, pois recebemos escolas, compartilhamos espaços com outras instituições do município e apresentamos o IM para a população. Muitas pessoas nem sabem que existe uma universidade federal perto delas”.

 

No câmpus Seropédica, um dos membros da comissão organizadora explicou o slogan adotado pela UFRRJ. “As pesquisas feitas nas universidades identificam, desenvolvem e contribuem para um fortalecimento social. Mostrar a importância da Universidade, das suas ações e o seu papel foi uma das nossas preocupações”, explicou o professor Ivo Abraão, coordenador do Jardim Botânico da UFRRJ.

 

Em Três Rios, a professora Thaís Gallo (Departamento de Ciências do Meio Ambiente) foi uma das coordenadoras do evento. “Pensamos em tudo voltado para a comunidade de Três Rios; para receber os alunos das escolas municipais, estaduais e privadas da região. Considero que foi um sucesso”, avaliou a docente.

 

Já o Câmpus Campos de Goytacazes (CCG/UFRRJ) realizou uma mostra de extensão ao lado de instituições federais de ensino do município: Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), Instituto Federal Fluminense (IFF) e Universidade Federal Fluminense (UFF). O CCG participou com 18 trabalhos. Dois deles foram premiados com menção honrosa.

 

À frente da organização do evento nos câmpus Seropédica, Nova Iguaçu e Três Rios, a professora Silvia Martim, do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS), falou sobre o impacto da SNCT: “Foram três dias de muita animação, trocas de experiência e demonstrações de ações desenvolvidas na Universidade, para a comunidade interna e externa. Percebi que as pessoas estavam animadas e contentes, o que, em tempos duros como os que estamos vivenciando, serve como um alento. É uma motivação”.

 

Números da SNCT na UFRRJ

 

Foram 268 propostas de atividades aprovadas, sendo 200 no câmpus de Seropédica, 50 em Nova Iguaçu, 21 em Três Rios e 18 vinculadas ao Programa de Bolsas Institucionais de Extensão (Biext). Houve 57 apresentações de pôsteres; 12 conferências/palestras; cinco mesas redondas; dois minicursos; 45 mostras científicas, artísticas e culturais; 97 oficinas; três workshops; e visitas guiadas para escolas do Ensino Médio.

 

Fotografias: Comunicação Proext/UFRRJ

 

 

 


Postado em 14/11/2019 - 15:26

Notícias Relacionadas

UFRRJ de Campos organiza mostra de extensão

Instituto Multidisciplinar realiza roda de conversa sobre patrimônio 

JB/UFRRJ promove oficinas e atividades recreativas

Mostra de cursos atrai moradores e alunos

‘Rural na praça’ divulga produção de alunos em Nova Iguaçu

Últimas Notícias