Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Portal UFRRJ > INSTITUCIONAL > Clipping > Pensar as juventudes para pensar o Brasil

Pensar as juventudes para pensar o Brasil

30477092060_bb907682fe_zA professora da UFRRJ e coordenadora geral de políticas transversais da Secretaria Nacional de Juventude entre 2011 e 2014, Elisa Guaraná, concedeu entrevista ao site do jornal Brasil de Fato, sobre a juventude camponesa nos últimos 15 anos. Ela participou da Plenária Diálogos: Juventude e Agroecologia, realizada em Recife (PE) nos dias 26 a 28 de outubro.
 
Em entrevista ao jornal, a professora apresentou um panorama sobre a juventude e conversou sobre a conjuntura que envolve a juventude no Brasil e, em especial, sobre agroecologia e as ocupações das escolas em diversos estados.
 
— Eu acho que a juventude está presente fortemente, está reivindicando um outro lugar, discutindo. Em todas as organizações, se formos pegar as mais tradicionais, as organizações da Via Campesina, as organizações sindicais, você tem uma presença muito forte da juventude reivindicando esses espaços, participando e, em muitos casos, ações que foram feitas aqui e ali — expôs Elisa Guaraná.
 
Para mais detalhes, leia a entrevista completa divulgada dia 04 de novembro: https://www.brasildefato.com.br/2016/11/04/pensar-as-juventudes-para-pensar-o-brasil/


Postado em 09/11/2016 - 20:04

Notícias Relacionadas

Bienal da UNE: Mostra Audiovisual reflete a urgência do feminismo

Confira o clipping de dezembro/2016

‘Empresas vão ser refratárias à mudança’, diz historiador sobre a Lava-Jato

Pagamento de propinas por empreiteiras se consolidou durante ditadura, diz historiador

Desafios sociais dos Brics unem movimentos populares

Últimas Notícias